Pegue este efeito no Site Tony Gifs Javas

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Ensinar com a internet

Projetos e Atividade/EducaRede
Brinco, logo aprendo – o uso educativo de jogos eletrônicos
Há muito tempo, o valor do “jogar” e do “brincar” é reconhecido na Educação. O uso de jogos e brincadeiras auxilia na formação global da criança e é uma forma prazerosa de aprender.

Nas últimas décadas, muitos tipos de jogos e brincadeiras foram desenvolvidos para a Internet e fazem enorme sucesso entre crianças e adolescentes. São apresentados nos mais diversos formatos, incluindo jogos de raciocínio e simulações, constituindo–se assim em um universo a ser explorado.

Para as crianças dos primeiros anos do Ensino Fundamental, os jogos podem contribuir para o desenvolvimento da coordenação motora, atenção, levantamento de hipóteses e resolução de problemas, leitura e escrita em múltiplas linguagens, além de promover a vivência de comportamentos cooperativos.


PÚBLICO–ALVO
1° ano do Ciclo I do Ensino Fundamental


Ilustração: Didiu Branco
OBJETIVOS
– Adquirir noções básicas do uso do computador: hardware e software.
– Explorar softwares educativos a partir da leitura de ícones.
– Jogar e brincar utilizando softwares e/ou Internet.
– Entender e seguir regras para atingir um objetivo. 


RECURSOS NECESSÁRIOS
Computador conectado à Internet, software KidPix e outros disponíveis na Internet. Todas as EMEFs da rede municipal de São Paulo possuem esse software.


PROGRAMAS UTILIZADOS
Navegador de Internet, processador de texto, programa de criação de desenho digital (Paint), software KidPix e outros programas gratuitos (veja no final do texto sugestões de sites com jogos educativos), facilmente encontrados na Internet.

METODOLOGIA

ANTES

Conhecendo o que os alunos já sabem e o que desejam saber a respeito de jogos e brincadeiras

Comente com os alunos que, nas próximas aulas, eles vão conhecer uma seleção de jogos e brincadeiras. É interessante pedir a eles que comentem seus hábitos: Gostam de jogar? Como são as regras desses jogos? Quantas pessoas podem jogar ao mesmo tempo? Já jogaram no computador? Costumam fazer desenhos ou pinturas digitais?

DURANTE
Propondo um jeito de aprender mais divertido

– Comente com os alunos que os jogos e brincadeiras também colaboram para o nosso aprendizado, pois, quando jogamos, temos de seguir regras e ter muita atenção e concentração.  Existem jogos no computador e na Internet, além de haver sites especialmente desenvolvidos para crianças, com o objetivo também de ensinar.
– Pergunte se eles sabem o que é site e se conhecem algum site de jogo através da TV ou de gibis. Escreva no processador de textos as indicações que as crianças vão sugerindo, utilizando o projetor multimídia para que eles acompanhem.
– Auxilie os alunos a abrir o software KidPix, já instalado no computador. Eles devem explorar o programa: clicar nas figuras e montar cenários; clicar nas letras e formar palavras conhecidas; explorar os sons etc.  O KidPix ,apesar de possuir vários recursos, é de fácil entendimento.
– Sugira que montem um cenário e socializem, oralmente, a história que criaram para os colegas. Essa é uma etapa importante, pois todos os alunos podem participar igualmente, independentemente do desenvolvimento da sua escrita.
– Depois, permita que explorem suas hipóteses de escrita, utilizando as letras móveis do próprio software. Podem criar listas de personagens de histórias conhecidas e trabalhadas em sala de aula. Outra possibilidade é criar cenários de histórias conhecidas ou de uma determinada parte da história.
– Aproveite o uso do software para treinar o manuseio do mouse e a coordenação motora, trocando cores e pintando.

Explorando recursos de outros softwares e sites


– Completando um cenário: Fazer um desenho no Paint e acrescentar uma figura que já está salva no computador.
Jogo da Forca: Há programas que permitem que o professor coloque as palavras já trabalhadas pelos alunos.
Jogo da Memória: Existem de todos os tipos – animais, higiene, frutas, festa junina, natal, objetos, masculino x feminino, antônimos etc.
Cruzadinhas: É possível encontrá-las em diversos sites, como o da Turma da Mônica, Portal Rede Escola e Ecokids.
Quebra-cabeças: Veja opções interessantes no site do Senninha, Duende, Júnior, Smartkids, entre outros.

Dicas para o professor acompanhar a criança
– Deixe a criança livre para pensar, não interfira em demasia.
– Quando ela não souber usar o mouse, coloque sua mão sobre a dela e gentilmente a guie. Ela sentirá segurança e confiará em você.
– Se ela não se recordar das regras, questione–a e leve–a a inferir as regras do jogo ou brincadeira.
– Não crie competições, conduza o processo se isso ocorrer naturalmente.
– Não diga que ela errou ou perdeu, mas incentive–a a tentar novamente.
– Se possível, participe do jogo ou da brincadeira, mostrando como você faz; o bom exemplo é a forma mais eficaz de ensinar.
– Incentive as crianças que estão mais adiantadas em determinado jogo ou brincadeira a ajudar os colegas. Você se surpreenderá como alguns se destacam nesses momentos, e verá como isso os estimula a se esforçar mais em outras atividades.

– O seu elogio e incentivo são fundamentais, use–os à vontade.
– Ajude–os a se familiarizar com os componentes do computador, tais como mouse e teclado, deixando–os explorá–los à vontade. 
–  É importante as crianças não se cansarem do jogo ou brincadeira; antecipe–se, sugerindo outras opções. – Quando surgir um jogo novo, explore a oralidade dos alunos, questionando–os sobre as regras a serem seguidas.

AVALIAÇÃO
Retomando os objetivos


O professor pode verificar as seguintes aprendizagens dos alunos:
– uso do mouse e do teclado com desenvoltura;
– acesso à Internet a partir do ícone, e a um site;
– exploração de recursos dos softwares com autonomia;
– compreensão e uso das regras de jogos e brincadeiras.

Retomando o registro inicial



Retome o registro inicial e pergunte aos alunos o que eles aprenderam jogando e brincando na Internet ou com o software. Faça dessa roda de conversa uma rotina ao final de cada unidade, mês a mês ou por bimestre, para que se possa avaliar o desenvolvimento da sala. Não esqueça do registro.


DESDOBRAMENTOS DA PROPOSTA


– Os alunos podem fazer uma lista de sites de jogos ou brincadeiras para acessar no laboratório de Informática, sugeridos pelos irmãos ou colegas.
– A partir das atividades de jogos e brincadeiras, podem fazer listas de palavras no processador de textos. Por exemplo, depois do jogo de memória de animais, escrever a lista de animais que apareceram no jogo.
– Fazer desenhos no Paint complementando uma atividade. Por exemplo, fazer desenhos das palavras que apareceram na brincadeira de Forca.
– No programa de desenho, criar seus próprios desenhos para fazer um jogo de Cruzadinha.
– Selecionar desenhos na Internet para completar cenários.


Jogos educativos *
Na seção EducaLinks, do Portal EducaRede, você encontra uma lista de sites que oferecem jogos educativos. Veja sugestão de sites com jogos e brincadeiras

Turma da Mônica - www.monica.com.br
Júnior - www.junior.te.pt
Ecokids - www.ecokids.com.br
Sítio dos miúdos - www.sitiodosmiudos.pt
Smartkids - www.smartkids.com.br
Divertudo - www.divertudo.com.br
Estadinho - www.estadinho.com.br
Site do Senninha - www.senninha.com.br
Duende - www.duende.com.br
Rede Escola - www.redescola.com.br/kids
Trem Encantado - www.tremencantado.hpg.ig.com.br
Iguinho - www.iguinho.com.br
Crianças uol - www.criancas.uol.com.br
Guri - www.guri.com
Kidleitura - www.kidleitura.com

* Todos os sites foram acessados em 19/01/2007


Fonte: Caderno de Orientações Didáticas – Ler e Escrever – Tecnologias na Educação
23/07/2007

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Turminha SmartKids

Site para crian�as se divertirem aprendendo!